terça-feira, 25 de agosto de 2015

Escola potiguar é a primeira do Brasil a visitar maior laboratório de Física do mundo

imageimage

O Colégio Ciências Aplicadas, em Natal-RN, é a primeira e única escola do Brasil convidada a visitar a Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear, conhecida como Cern (Conseil Européen pour la Recherche Nucléaire). Trata-se do maior laboratório de Física de partículas do mundo, localizado em Meyrin, na região de Genebra, na fronteira Franco-Suíça.

No próximo dia 28 de agosto, um grupo de 40 adolescentes estudantes do Ensino Médio embarca com professores e pais para essa viagem especial, passando também por Portugal e outras cidades da Suíça. Sob o comando do diretor do Colégio Ciências Aplicadas, Alexandre Pinto, os alunos terão aulas de campo das disciplinas de Física e Química, visitando pontos históricos e importantes para a Ciência nos dois países. O grupo retorna ao Brasil no dia 6 de setembro.

O convite para visitar o Cern surgiu após a realização de uma vídeo-conferência, que aconteceu também em outras escolas do país, na qual os alunos faziam uma visita virtual ao laboratório que tem um túnel de 27 quilômetros usado para as experiências com aceleração de partículas. Os apresentadores da visita ficaram impressionados com o nível das perguntas elaboradas pelos alunos do Ciências Aplicadas e estreitaram contato com os professores da escola. Dias depois, surgiu o convite.

“Ficamos muito felizes e honrados com esse convite, pois seremos a primeira escola do Brasil a visitar o Cern. Isso é um marco histórico. Nossos alunos terão a oportunidade de conhecer o lugar onde a ciência vem fazendo história com descobertas importantes sobre a origem do universo. Com certeza será uma aula inesquecível para os alunos e para nós professores também”, disse o professor Alexandre Pinto.

Para a aluna Maria Eduardo Melo, da 2ª série do Ensino Médio, a visita ao Cern será uma experiência inesquecível. “Estou muito ansiosa e feliz pela oportunidade única que teremos de visitar o Cern, pois poderemos conhecer um lugar importantíssimo para a história da Ciência. Com certeza será uma experiência que guardaremos para sempre na memória. Além do estudo, a viagem também é muito divertida e contribui positivamente para o nosso crescimento intelectual e a interação social”, explicou a aluna que, aos 16 anos, já realizou outras viagens internacionais com a escola, como para o Peru, no ano passado.

Todas as etapas da viagem serão registradas nas redes sociais da escola. Recentemente, o Colégio Ciências Aplicadas alcançou pela quinta vez o 1º lugar no Exame Nacional do Ensino médio entre as escolas do Rio Grande do Norte, segundo o ranking do rendimento do Enem 2014 divulgado no dia 5 de agosto pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Sobre o Cern

Fundado em 1954, o Cern foi um dos primeiros empreendimentos conjuntos da Europa e possui hoje 21 Estados membros. Neste laboratório, físicos e engenheiros, muitos ganhadores de prêmios importantes como o Nobel, investigam a estrutura fundamental do universo. Eles utilizam instrumentos científicos maiores e mais complexos do mundo para estudar os constituintes básicos da matéria - as partículas fundamentais. Num túnel de 27 quilômetros, as partículas são colocadas para colidir em conjunto perto da velocidade da luz, dando aos pesquisadores pistas sobre como as partículas interagem, e fornecendo insights sobre as leis fundamentais da natureza.

Assessoria de Imprensa do Colégio Ciências Aplicadas

Receba as notícias do Blog por email

Seguidores