quarta-feira, 8 de julho de 2015

Deputados estaduais debatem com Governo ações de combate à seca

As ações de combate à seca no Rio Grande do Norte foram debatidas entre os deputados estaduais e secretários do Governo do Estado. Na pauta da reunião, a atual situação dos reservatórios de água no Estado, o planejamento para os próximos meses e as ações emergenciais para os municípios em colapso de abastecimento foram discutidas com a presença dos deputados Gustavo Carvalho (PROS), Tomba Farias (PSB), Fernando Mineiro (PT) e o presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira (PMDB).
"O empenho dos 24 deputados estaduais da Assembleia nas ações de combate à seca é para melhorar a qualidade de vida do potiguar que sofre com os efeitos devastadores da estiagem que já dura 1.500 dias. Estamos preocupados com o abastecimento e também com os efeitos na cadeia produtiva, na economia e na vida do homem do campo", destaca o deputado Ezequiel Ferreira.

O deputado Tomba Farias (PSB), integrante da Frente Parlamentar da Água, lembrou que os municípios do interior do Estado sofrem com a seca e que a Assembleia tem buscado soluções para o problema.
De acordo com o secretário estadual de Recursos Hídricos, Mairton Franca, o Rio Grande do Norte vive hoje uma situação de emergência. "Temos trabalhado para que essa situação não se agrave. Nossos vizinhos, a Paraíba tem uma situação de estado de calamidade", conta.
O diretor da Caern, Marcelo Toscano, também participou da reunião e confirmou que nove cidades estão em colapso de abastecimento, havendo a necessidade do sistema de rodízio. O motivo é a falta de recursos hídricos capazes de atender à demanda dos municípios. Para mudar a situação, o Governo do Estado garante que está agindo.
O governador do RN, Robinson Faria, enumerou ações que Executivo está buscando para combater a seca. "Retomamos obras importantes no Alto Oeste e vamos expandir as ações para as regiões de todo o RN. Conhecemos as dificuldades do Seridó, do Agreste, do Vale do Açu, do Oeste e vamos trabalhar para melhorar o abastecimento das cidades", garante o governador.
Durante a reunião, o presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira, disse ainda que vai unir as bancadas legislativas do Nordeste na luta por recursos federais para obras.
"Os estados da Paraíba, Pernambuco e Ceará e todos do Nordeste também sofrem com os efeitos da estiagem. Hoje mais de 40 milhões de nordestinos querem soluções para o desabastecimento de água e só vamos conseguir recursos federais juntos", aponta.
Os secretários de Infraestrutura, Jader Torres; o de Planejamento, Gustavo Nogueira; o diretor do Igarn; os representantes da Defesa Civil e órgãos ligados a pastas de recursos hídricos também participaram da reunião e expuseram os relatórios sobre as demandas de dessalinizadores, construção de poços e obras hídricas, como adutoras e barragens.

Receba as notícias do Blog por email

Seguidores