sexta-feira, 24 de julho de 2015

Livro “O Morro pede Passagem” entrelaça o trabalho e a vida de padre Sabino com a comunidade inteira do bairro de Mãe Luíza

M

ãe Luíza tem um marco divisório de antes e depois da presença do padreimage Sabino Gentili, que se mudou para a comunidade nos anos 1980, lá permanecendo até 2006, quando veio a falecer precocemente, com pouco mais de 60 anos em sua terra-natal. O livro, "O Morro pede passagem: Educação libertadora em Mãe Luisa" escrito por Aparecida Fernandes - editado pelo Caravela Selo Cultural, com o apoio da Biblioteca Nacional e a Secretaria de Lsua metologia de ação, educacional e social, uma vez que foi através do Centro Social Pastoral Nossa Senhora da Conceição, criado por ele, que se deu início à articulação de forma permanente, ações de inclusão social, mobilização comunitária e educação naquela comunidade. Os interessados em conhecer a trajetória desse religioso que mudou o panorama de toda uma comunidade - antes estigmatizada e que só figurava nas notícias nas páginas policiais - o lançamento será nessa sexta-feira, 24 de julho de 2015, na Galeria de Arte do IFRN da Cidade Alta, com participação musical de Carlos Zens. Vendido ao preço de R$ 50, parte da renda da venda dos livros será destinada ao Centro de Convivência de Idosos Espaço Solidário (fundado pelo Pe. Sabino). O livro foi originado da tese de Doutorado de Aparecida Fernandes, na UFRN.

 

Lançamento do livro "O morro pede passagem: educação libertadora em Mãe Luisa - Natal/RN"

Autora: Maria Aparecida da Silva Fernandes

Data: 24 Julho de 2015

Hora: 19h

Local: Galeria de Arte do IFRN da Cidade Alta

Obs.: Parte das vendas será destinada ao Centro de Convivência de Idosos Espaço Solidário (fundado pelo Pe. Sabino)

Participação musical de Carlos Zens

Receba as notícias do Blog por email

Seguidores