quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Oficina orienta interessados em participar de especialização na UFRJ

Diversos estados estão realizando oficinas para auxiliar artistas e produtores a se inscreverem no Edital do Curso de Especialização em Acessibilidade Cultural, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). No Rio Grande do Norte, a oficina será nesta quinta-feira (5), a partir das 15h, na Cidade da Criança, com o professor da especialização e também da UFRN Jefferson Fernandes e com o integrante da Comissão Nacional dos Pontos de Cultura Teotônio Roque.

O evento é promovido pelo Ministério da Cultura com o apoio da Fundação José Augusto e do Ponto de Cultura Olhares. A participação é gratuita. As inscrições para o curso de especialização seguem abertas até o dia 28 de fevereiro e são realizadas exclusivamente pelos Correios.

Os interessados devem enviar carta registrada para a Caixa Postal 70104, Rua Prudente de Moraes, 147, Rio de Janeiro (RJ), CEP: 22420-970.

Os documentos necessários para a participação estão listados no edital de seleção que pode ser acessado no site.

Serão oferecidas 63 vagas, sendo 27 para servidores públicos concursados de instituições culturais públicas; cinco para Pontos e Pontões de Cultura (que receberão apoio para a capacitação por meio de passagens); cinco para representantes de instituições da sociedade civil que atuem no campo da deficiência e da cultura; cinco para docentes de cursos de Terapia Ocupacional ou áreas afins de universidades públicas; cinco vagas para funcionários concursados do Ministério da Cultura (MinC); cinco vagas para produtores culturais concursados da UFRJ; três vagas para bolsistas de residência cultural; e duas vagas para a equipe de secretaria acadêmica do curso de especialização em acessibilidade cultural.

O curso terá carga horária de 360 horas, divididas em nove blocos de 40 horas semanais. Cada bloco será realizado durante uma semana por mês, de modo a possibilitar a participação de candidatos de fora do Rio de Janeiro. Serão 12 disciplinas teóricas e práticas: política e diversidade cultural; aspectos gerais das deficiências; tecnologia assistiva I e II; exposição acessível I e II; seminário de projeto I e II; sensibilização em Libras; audiodescrição I e II; e Braile e outros recursos.

Receba as notícias do Blog por email

Seguidores