sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Em entrevista à TV COM, Vilton Cunha explica como será abastecimento de Currais Novos

A maior dúvida da população de Currais Novos após a suspenção do abastecimento da cidade pelo açude Gargalheiras na última quarta-feira (02) foi respondida pelo Prefeito Vilton Cunha em entrevista ao Programa do Pastor – “P2” da TV Comunitária de Currais Novos na tarde desta sexta-feira (04), onde o prefeito explicou como será realizado o abastecimento da cidade a partir da próxima semana. Vilton e o professor da UFRN João Abner foram indagados pelo apresentador João Batista e pela população sobre como a água será distribuída.

Sobre o abastecimento de Currais Novos a partir da próxima semana, carretas-pipa serão abastecidas a partir da adutora Serra de Sant’Ana em Florânia, onde a água captada será transporta até a Estação de Abastecimento do Dourado (vizinho à Matriz da Imaculada Conceição), e de lá será bombeada para a caixa d’água da CAERN na Avenida Getúlio Vargas, de onde a água será distribuída para as residências por gravidade, como era realizado com a adutora gargalheiras. “Haverá uma limitação nesse abastecimento para não comprometer os municípios que também dependem dessa água", disse Vilton. Serão 20 carretas-pipa por dia, que transportarão cerca de 1 milhão de litros d’água tratada. Esta ação emergencial foi garantida pelo governador Robinson Faria e pelo diretor presidente da CAERN Marcelo Toscano em reunião na tarde desta quinta-feira (03) em Natal, com o prefeito Vilton Cunha e com o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa do RN, Ezequiel Ferreira.

“Esta é considerada a maior seca da história, e todo o Nordeste vem sofrendo com essa situação”, disse João Abner. “O Gargalheiras precisa ser preservado e é necessário que a adutora de engate vindo da Barragem Armando Ribeiro seja concluída para amenizar esse problema”, disse João. Para o prefeito Vilton Cunha “os atrasos das obras públicas prejudicam muito a população”. “Esse não é só um problema de Currais Novos, mas de toda a região nordeste e do país”, disse Vilton, afirmando que em 2003 a CAERN já havia alertado sobre um possível colapso no abastecimento, o que não ocorreu devido o inverno dos anos seguintes. Sobre algumas críticas, Vilton fez algumas indagações. “Porque não incluíram Currais Novos no projeto da adutora da Serra de Sant’Ana e em outros grandes projetos adutores realizados?”, lembrando que a sua responsabilidade como gestor municipal é buscar as soluções dos problemas junto aos governos estadual e federal, que podem e devem contribuir com as soluções. “O momento é de somar esforços e não buscar culpados, e pedimos que a população não desperdice água”, comentou.

         Para a população que necessitar de água para fins domésticos, a Prefeitura de Currais Novos disponibilizará 08 chafarizes - que captam água de poços perfurados pela CAERN e DNOCS - em alguns pontos da cidade. Escolas Municipais Socorro Amaral e Gilson Firmino, e UBS “Joaninha Parteira” no bairro Gilberto Pinheiro, são alguns dos pontos que já possuem chafarizes. Outros pontos como o chafariz do bairro Santa Maria Gorete serão instalados o quanto antes. O prefeito Vilton Cunha ressaltou o empenho e esforço da Prefeitura nas ações e disse que escolas, creches, postos de saúde e Hospital Regional serão abastecidos por carros-pipa contratados pela Prefeitura.

         Na próxima quarta-feira (09) em Brasília, os prefeitos de Currais Novos e Acari deverão se reunir com a bancada federal do Estado, Governador e Presidente da Assembleia Legislativa do RN, para cobrar do Governo Federal e do Ministério da Integração o pagamento da obra de construção da adutora de engate rápido que trará água da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves até Currais Novos e Acari.

Receba as notícias do Blog por email

Seguidores