terça-feira, 15 de setembro de 2015

Galeria da FJA recebe exposição de Andruchak

imageToda a autenticidade do artista e professor doutor da UFRN Andruchack poderá ser vista nas 13 obras da exposição “Inspirações”. Os trabalhos ficarão na galeria Newton Navarro da Fundação José Augusto entre 18 de setembro e 30 de outubro, aberta de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, com entrada gratuita. A abertura da mostra será na quinta-feira (17), às 19h.

Conhecido em Natal por seus murais coloridos e geometricistas, Andruchack agora mostra sua arte em acrílico sobre tela. A curadoria é de Jakeline Maros e Tatiane Fernandes e os quadros, todos produzidos em 2015, estarão à venda no local.

“A exposição não tem um tema específico, mas é uma seleção entre dezenas de desenhos que eu gosto. Gatos, peixes, palhaços”, adianta o artista, que construiu um estilo a partir de muita pesquisa e perspicácia.

Manchas, degradês, linhas multicoloridas em espessuras variadas e às vezes descontínuas ajudam a tornar o trabalho de Andruchak inconfundível.

Ele conta que costuma pintar, principalmente formas humanas, sem a boca, para definir o humor delas por meio das combinações de cores. “A boca representa muito o humor. Mas a gente sabe que nem todo mundo que está sorrindo está feliz. Nem sempre dá para saber o que a pessoa está sentindo olhando para ela”.

Explicação semelhante se aplica à subtração de um dos olhos das figuras. “Raramente uma face aparece com os dois olhos. O significado disso é que as pessoas têm mais de uma face. Não há possibilidade de se mostrar completamente a alguém. O olho oculto é o lado que não conhecemos”, explica.

O artista

Marcos Adruchack é natural de Capanema (PR), vive no Rio Grande do Norte há oito anos e garante que não vai mais embora. É doutor em Artes, pela Escola de Comunicação e Artes da USP e professor de Artes Visuais e Design da UFRN. Sua carreira acadêmica sempre se voltou para as artes, desde quando cursou Matemática, na Unioeste, do Paraná, quando já planejava estudar Computação Gráfica, área de seu mestrado, na Escola Politécnica da USP. Como professor, passou pelas universidades Unitau, Unip, UNC e Univap.

Trabalha com design gráfico animado, arte e novas tecnologias. Desenvolve o projeto de extensão na UFRN Arte Brasil, de pintura de painéis em grandes dimensões onde utiliza tintas acrílicas e relevos, envolvendo a população do lugar no processo. Pelo menos 15 murais já foram feitos em Natal.

Tem murais espalhados por diversos estados brasileiros (Rio Grande do Norte, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Paraná, Santa Catarina, Amazonas e Bahia) e uma série de seis trabalhos no México.

Receba as notícias do Blog por email

Seguidores