quarta-feira, 11 de março de 2015

Previsão de chuva para o Seridó é normal ou abaixo do normal, diz meteorologista da EMPARN em Jardim do Seridó

imageAconteceu nesta terça-feira (10), na Câmara Municipal de Vereadores de Jardim do Seridó, a VII edição da palestra: “Condições de Chuvas para 2015 no Seridó Potiguar”, com a presença do meteorologista, Gilmar Bristot. Incialmente, o palestrante informou que a EMPARN monitora as chuvas no Rio Grande do Norte desde 1911 e que as chuvas na Região Seridó se concentram nos meses de fevereiro a maio. Neste, sentido ele disse que o sertanejo já vem de três anos considerados secos: 2012, 2013 e 2014.

Na oportunidade, Gilmar Bristot explicou que as chuvas do Nordeste dependem de fatores externos. Como por exemplo, as condições dos Oceanos: Pacífico e Atlântico. No momento, ele disse que duas condições encontram-se desfavoráveis: pressão atmosférica sobre os oceanos e a temperatura do mar. Apenas os ventos estão melhores em 2015. As informações foram repassadas nos encontros de Fortaleza e Natal.

Gilmar Bristot falou ainda que no momento existem três previsões no Brasil: CPTEC/MCTI, FUNCEME e Núcleos do Nordeste que apontam as seguintes condições: normal, seco e normal ou abaixo do normal, respectivamente. “A expectativa é que tenhamos um ano difícil por causa do comportamento das chuvas. Para a Região Seridó, a previsão de chuva é normal ou abaixo do normal”, declarou.

No entanto, nos últimos dias, essas condições tem sido favoráveis para chuvas. “As condições de chuvas de momento estão muito melhores do que no mesmo período do ano passado, isso porque o Atlântico Sul continua esquentando e formando umidade. As zonas de convergências podem trazer chuvas para os próximos dias”, relatou Bristot. A média anual de chuva na Região Seridó é em torno de 600 milímetros.

Presentes no evento, o coordenador da palestra, vereador José da Noite; presidente da Câmara, José Justino, Prefeito, Padre Jocimar Dantas; vereadores, secretários municipais, representantes da: EMATER, CAERN, EMPARN, Sindicatos Rurais, agricultores, profetas do tempo e o povo em geral. Caravanas do Seridó e de outras regiões do Estado marcaram presença. Por Josimário Nunes

Receba as notícias do Blog por email

Seguidores