quarta-feira, 18 de março de 2015

José Agripino diz que reprovação de 62% a Dilma é reflexo do que se vê nas ruas por todo o Brasil

imageO presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), disse que a reprovação de 62% à gestão da presidente Dilma Rousseff, segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (18), é reflexo do que se vê e ouve nas ruas por todo o Brasil. “É a apuração em números do que se sente nas ruas. Ou o governo se move ou vai ter que se trancar no Palácio da Alvorada”, afirmou o senador pelo Rio Grande do Norte.

De acordo com a pesquisa divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo, apenas três meses após o início de seu segundo mandato, Dilma Rousseff teve sua gestão considerada como ruim ou péssima por 62% dos brasileiros. Essa é a mais alta taxa de reprovação de um mandatário desde setembro de 1992, véspera do impeachment do então presidente Fernando Collor de Mello. O índice de reprovação do governo Dilma aumentou 18 pontos em relação a fevereiro.

A pesquisa foi feita com 2.842 eleitores logo após as manifestações de domingo, que levaram mais de um milhão de brasileiros às ruas em protesto contra a gestão Dilma Rousseff. As maiores taxas de rejeição à presidente, na pesquisa Datafolha, foram registradas no Centro-Oeste e Sudeste, com 75% e 66%, respectivamente. Na região Norte a aprovação foi mais alta, com 21%. Já no Nordeste, onde a presidente teve uma expressiva votação na campanha de reeleição em 2014, a taxa de aprovação ficou em 16%.

Apenas 13% dos entrevistados consideram a gestão boa ou ótima, índice mais baixo desde o começo do primeiro mandato de Dilma.

Receba as notícias do Blog por email

Seguidores