quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Geraldo Holanda Cavalcanti assume novo mandato na ABL

O poeta, ensaísta, tradutor e crítico literário pernambucano Geraldo Holanda Cavalcanti tomou posse hoje (18) para novo mandato na presidência da Academia Brasileira de Letras (ABL), em cerimônia no salão nobre do Petit Trianon, sede da academia, no centro do Rio de Janeiro.

Em discurso, Geraldo Holanda disse que sua recondução ao cargo “representa o reconhecimento do plenário de que atendemos, de maneira satisfatória, às expectativas que sobre nós depositaram com relação ao nosso primeiro mandato e a confiança de que seguiremos a mesma trilha”. Quinto ocupante da cadeira 29 da ABL, ele foi eleito em 2010, na sucessão do acadêmico José Mindlin.

O presidente da ABL é diplomata, tendo sido embaixador do Brasil no México, na Unesco e na União Europeia. Também foi secretário-geral da União Latina - organismo internacional destinado à promoção das línguas e dos valores culturais dos países de expressão latina, sediado em Paris.

Além de poeta e tradutor de poesia, Geraldo Holanda é contista e memorialista. Seus dois últimos livros publicados foram A Herança de Apolo, no qual apresenta seus mais de 50 anos de reflexões sobre a prática poética, e Os Dedos de Norma (contos).

O primeiro mandato do agora reeleito presidente da ABL foi marcado pela morte, em menos de um ano, de três dos 40 membros da instituição fundada por Machado de Assis: Ivan Junqueira, João Ubaldo Ribeiro e Ariano Suassuna. Para a vaga do primeiro, foi eleito o poeta Ferreira Gullar, que tomou posse no dia 5 deste mês. No próximo dia 6 de março será empossado o jornalista e escritor Zuenir Ventura, eleito para a cadeira de Suassuna. A posse do historiador Evaldo Cabral de Mello, na vaga de João Ubaldo, também deverá ocorrer em março.Paulo Virgílio - Repórter da Agência Brasil

Receba as notícias do Blog por email

Seguidores