quinta-feira, 30 de abril de 2015

TAM abrirá seu palco para receber cultura dos municípios potiguares

imageO saudoso folclorista Deífilo Gurgel já disse que o Brasil é o país mais folclórico do mundo, e o Rio Grande do Norte é o Estado de folclore mais rico do Brasil. Portanto, o folclore potiguar é o mais diversificado e consistente do mundo. O interior do Rio Grande do Norte tem muito o que mostrar. E pensando nisso, o diretor do Teatro Alberto Maranhão, Toinho Silveira, idealizou um projeto mensal para trazer uma representação da cultura de cada município potiguar para o palco do TAM. A estreia seria em maio, com Mossoró.

“A ideia é que a cultura do interior seja mostrada aos potiguares e turistas no palco do mais tradicional teatro do Estado. É uma vitrine boa para eles, gera atividade aos artistas e, ao mesmo tempo, traz uma receita mínima ao TAM”, destacou Toinho Silveira. O diretor ainda irá conversar com prefeitos. A prioridade será dada aos municípios cuja Casa de Cultura esteja em plena atividade. A estreia seria com a mostra do Mossoró Cidade Junina, que acontece em junho e movimenta mais de 40 atividades culturais no município.

A proposta é que as prefeituras arquem com a pauta do teatro e os cachês dos grupos e artistas. O TAM, através do Governo do Estado e Fundação José Augusto, cederia o espaço. “Tenho alguma conversa adiantada com o prefeito de Mossoró, Silveira Júnior. Mas quero a participação de quem faz a cultura no nosso interior. Nosso Teatro e a cultura potiguar ganharão. É uma iniciativa de baixo custo e de visibilidade às prefeituras”. E concluiu Toinho Silveira: “Com criatividade damos palco ao artista e geramos receita ao TAM”.

Assessoria de Comunicação do TAM

Receba as notícias do Blog por email

Seguidores