terça-feira, 14 de outubro de 2014

Deputado critica consórcio Inframérica por dever mais de 70 milhões a fornecedores

Crédito da foto: João Gilberto


O deputado José Dias (PSD) Critica o consórcio Inframérica, responsável pela construção do aeroporto internacional Aluizio Alves, em São Gonçalo do Amarante. Em pronunciamento em plenário, nesta terça feira (14), ele afirmou que a empresa deve mais de R$ 70 milhões aos seus fornecedores, sem uma previsão de quando o pagamento será feito.
“Logo no início, eu e o deputado Agnelo falamos aqui em plenário que a Inframérica estava com vários problemas na Argentina, inclusive com atraso de pagamento de funcionários, conforme matéria publicada na imprensa”, afirmou.
José Dias afirmou que a proposta do aeroporto era ser intermodal, que servisse para dar maior economicidade, viabilidade e maior rapidez não só de pessoas, mas de mercadorias.
Segundo o deputado, deveria ter sido feito nessas condições, mas com respeito à existência do aeroporto de Parnamirim, que além de ser símbolo de uma época, era a sobrevivência de inúmeras pequenas empresas e de pessoas que prestavam serviços naquele aeroporto.
“O aeroporto de Parnamirim não morreu apenas melhorado, morreu em plena saúde. Quando foi fechado, num ranking de aeroportos, estava em primeiro lugar. O de São Gonçalo veio apenas para fechar o de Parnamirim. É uma obra inconclusa, inclusive nos seus acessos. Parece que o que eles querem construir com rapidez é a destruição da economia do Estado. Esse consórcio não construiu com o seu dinheiro. Construiu com o dinheiro subsidiado do BNDES, o dinheiro do povo”, asseverou.

Receba as notícias do Blog por email

Seguidores