segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Em operação especial, Ipem-RN registra mais de 10% de tacógrafos irregulares

image Na última semana, o Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte (Ipem-RN) realizou uma operação especial de verificação de cronotacógrafos em São José de Mipibu. No dia 30 de outubro, quinta-feira, os agentes do órgão avaliaram 226 instrumentos, dos quais 30 estavam irregulares, o equivalente a 13% do total de tacógrafos verificados. A ação contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal e aconteceu no posto da PRF do município da Grande Natal.

De acordo com o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), o cronotacógrafo deve ser verificado a cada dois anos. Além das fiscalizações em rodovias, durante todo o ano o Ipem-RN realiza inspeções periódicas em garagens de empresas de transporte.

Os condutores dos veículos cujos tacógrafos estavam irregulares assinaram um termo de ocorrência, e as empresas responsáveis pelo transporte serão autuadas. Após o término de processo administrativo, elas poderão ser multadas e são obrigadas a regularizarem o instrumento.

O chefe de gabinete do Ipem-RN, Luciano Fonseca, lembra que o instrumento é importante para a manutenção da segurança nas estradas. “É essencial que a inspeção desse equipamento esteja em dia, pois possibilita a verificação de dados relevantes sobre a velocidade do veículo e períodos de parada, utilizados, inclusive, como prova em casos de investigação de acidentes nas rodovias do Estado e do País”, alerta.

Em caso de dúvidas ou denúncias, o consumidor pode entrar em contato com a Ouvidoria do Ipem-RN pelo e-mailouvidoria-ipem@rn.gov.br ou pelo telefone 0800-281-4054, de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h, com ligação gratuita para todo o Estado.

Deyse Moura

Receba as notícias do Blog por email

Seguidores