segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Procurador Francisco de Sales Matos fala sobre o problema ambiental que envolve as cerâmicas do Seridó.

Francisco de Sales Matos
(Procurador do Estado, Professor da UFRN)

“Lógica invertida

Quanto ao segundo assunto, as cerâmicas e o meio ambiente, esta intriga de verdade. Hoje Parelhas conta com 36 cerâmicas aproximadamente. Se incluirmos a região de Carnaúba dos Dantas esse número sobe para 60 cerâmicas. Tudo queimando lenha. De todas elas não mais que 10% estão trabalhando sustentavelmente. Então, estão indo pro pau o aluvião dos rios, que sustentariam as matas ciliares, e a cobertura florística da região em decorrência do manejo inadequado e criminoso, desertificando. O IDEMA faz um esforço hercúleo para fiscalizar e os ceramistas; por outro lado, o mesmo esforço fazem os mesmos ceramistas para burlar a fiscalização. Enfim, em meio a essa briga de rato com gato há vidas humanas que precisam sobreviver. São centenas, quiçá, milhares de empregos, de famílias, que estão sobrevivendo direta ou indiretamente daquelas atividades”. Fonte: Tribuna do Norte.

Para visualizar o artigo completo, veja o link abaixo:

http://tribunadonorte.com.br/noticia/logica-invertida/291241

Receba as notícias do Blog por email

Seguidores