quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Projeto que utiliza coco verde é destaque no Campus Zona Norte

Projeto que utiliza coco verde é destaque no Campus Zona Norte

A pesquisa com o pó da casca do coco verde prevê a criação de uma pequena horta suspensa com irrigação

O Campus Zona Norte do IFRN tem figurado em lugar de destaque entre os campi do Instituto quando o assunto é pesquisa e inovação. Falando nisso, sob a coordenação do professor Roberto Lima e a coorientação da professora Estefana Torres, os alunos David Câmara e Sara Alves estão desenvolvendo na Escola uma pesquisa vinculada ao CNPq que utiliza como matéria-prima o pó de casca do coco verde, resíduo abundante em nossa região.

O projeto, que leva o nome de "Beneficiamento e Aplicação do Pó da Casca do Coco Verde como Substrato Agrícola", consiste no tratamento e na utilização do agrorresíduo como substrato, material que substitui o solo na criação de mudas de hortaliças e fruteiras antes de transferi-las para o terreno onde a cultura será desenvolvida.

"A pesquisa inclui a confecção de uma pequena horta suspensa com irrigação para o acompanhamento da eficiência do material utilizado. Isso significa que além de aplicar resíduo como substrato agrícola, o projeto pode viabilizar a implantação de hortas em escolas e comunidades", explica Lima. Segundo ele, a previsão é de que até dezembro a horta esteja montada no jardim próximo ao laboratório de Química e Biologia.

O professor é coordenador de outro projeto que também faz uso da mesma matéria-prima, o FIBRA - Aproveitamento da Fibra e do Pó Obtido do Beneficiamento da Casca do Coco Verde no Abrandamento de Água Dura, que conta com a colaboração dos alunos Álex Filipe Santos, Lucas Murilo Souza e Maria Júlia Torres.

Existe ainda um terceiro trabalho que recebe recursos do Conselho, o "Olimpíada Potiguar de Robótica e Eletrônica das Escolas Públicas", coordenado pelo professor Pedro Ivo Nascimento.

Receba as notícias do Blog por email

Seguidores