sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Comenda Deífilo Gurgel é entregue à Casa da Ribeira pela vereadora Eleika Bezerra

image Neste 22 de agosto, data em que é comemorado o Dia do Folclore, a Câmara Municipal de Natal realizou sessão solene para entrega da Comenda do Mérito Folclorista Professor Deífilo Gurgel para personalidades importantes no campo da arte e da cultura em Natal e no Rio Grande do Norte. A instituição escolhida para ser homenageada pela vereadora Professora Eleika Bezerra (PSDC) foi a Casa da Ribeira. Já a proposição para a sessão solene foi do vereador Ubaldo Fernandes (PMDB).
Para a vereadora Professora Eleika Bezerra, o reconhecimento da Casa Legislativa demonstra a riqueza cultural que o capital potiguar possui. “Costumo dizer que o povo que não reconhece sua cultura e não a valoriza, é mesmo que uma árvore que não conhece suas raízes. Ela tomba. Portanto, esta homenagem é muito importante porque é uma forma de prestigiar os nossos artistas e instituições responsáveis por divulgar a cultura do nosso Estado para todo o mundo”, diz a parlamentar.
O presidente da Casa da Ribeira, Henrique Fontes, agradeceu a homenagem. “Fico muito feliz pela Casa da Ribeira ter sido lembrada nesse dia dedicado à cultura, principalmente, porque entendemos que todas as ações da Casa possibilitam que as pessoas tenham acesso, garantem uma arte de qualidade e muita acessibilidade. Este dia de hoje é simbólico para mim pela homenagem feita à cultura e à Casa da Ribeira feita por Eleika Bezerra, que é uma educadora que eu admiro demais”, pontua o ator, diretor e produtor cultural, Henrique Fontes.

HISTÓRICO
Inaugurado no dia 06 de Março de 2001, o Espaço Cultural Casa da Ribeira comemorou, em 2013, 12 anos de existência, e o casarão que o abriga, 102 anos de história. A casa está localizada no bairro da Ribeira, em Natal, localidade recentemente tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como Patrimônio Cultural Brasileiro. Trata-se de um espaço cultural independente, idealizado pela iniciativa do Grupo de Teatro Clowns de Shakespeare e desde 2001, administrado por um grupo de artistas e produtores, através de uma associação cultural com personalidade jurídica própria.
Desde a sua fundação, mais de 2,2 mil espetáculos diferentes e 180 mil espectadores passaram pela Casa que se mantém graças à criação e desenvolvimento de projetos (80% dos recursos) e as locações de pautas (20% dos recursos). Não há, atualmente, investimentos privados ou públicos visando à manutenção direta da Casa da Ribeira e suas atividades. A Casa da Ribeira utiliza todas as leis de incentivo à cultura, disponíveis e inscreve projetos em vários editais anualmente.




Receba as notícias do Blog por email

Seguidores