terça-feira, 19 de agosto de 2014

Fátima defende a federalização do piso dos professores

Em entrevista ao programa RN Acontece, do jornalista Diógenes Dantas, na Band, a candidata ao Senado, deputada Fátima Bezerra,  defendeu federalização do piso salarial dos professores.
Isto quer dizer que a União deve garantir nos próximos seis anos o que fixa a meta 17 do Plano Nacional da Educação (PNE): a equidade da remuneração do magistério aos profissionais de escolaridade equivalente.  Se já fosse implantado hoje, o valor do piso passaria a ser de R$ 3.652,00. O PNE foi aprovado na Câmara este ano.
"Obviamente, os municípios não terão condições de arcar com esses valores, uma vez que passam por dificuldades para garantir o mínimo às populações.  Mas a União pode e deve garanti-los",  observou.
O prazo fixado inicialmente para equiparação dos vencimentos dos professores era de dez anos, mas emenda de Fátima reduziu o prazo de implantação para seis anos.
"Para que possamos realizar o sonho da efetiva valorização do profissional do magistério é preciso melhoria salarial associada à formação do magistério.", enfatizou a deputada.
O PNE traça objetivos e metas para o ensino no país em todos os níveis (infantil, básico e superior) para serem cumpridos até 2020. "Essa é e sempre será minha luta. Uma vez eleita, os profissionais do magistério fiquem certos que podem contar com a luta incessante desta professora no Senado", concluiu Fátima.

Assessoria de Imprensa

Receba as notícias do Blog por email

Seguidores