terça-feira, 8 de março de 2016

Governo antecipa reajuste dos professores e especialistas da Educação

Em reunião com representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do RN (Sinte-RN), o governador  Robinson Faria apresentou, na manhã desta terça-feira (08), uma proposta que antecipa o pagamento do reajuste de 11,36% dos vencimentos básicos dos cargos de provimento efetivos de professores e especialistas da Educação. O salário base desta categoria passa de R$ 1.917,78 para R$ 2.135,64. Estiveram presentes na reunião os deputados estaduais Dison Lisboa e Fernando Mineiro e o secretário de Educação do Estado, Francisco das Chagas Fernandes.

De acordo com a determinação do gestor estadual, a folha suplementar do mês de janeiro será paga no próximo dia 14 e a do mês de fevereiro na folha de março.  “Estamos garantindo o piso salarial, conforme a mensagem que mandamos à Assembleia Legislativa e os deputados aprovaram. E reforço que continuaremos nessa luta, pois nossa gestão é parceira da Educação, uma vez que enxergamos no trabalho desses profissionais, a saída para muitas das mazelas sociais”, disse o governador Robinson Faria, ao lembrar que somente o Rio Grande do Norte e Mato Grosso do Sul já instituíram o novo piso nacional.
Ainda no encontro foram discutidos pontos referentes ao calendário geral de pagamento e a situação dos servidores que não são professores. “Foi questionada a possibilidade de o pagamento acontecer dentro do mês, no entanto, como o repasse do Governo Federal não ocorre neste período, não há como fazê-lo”, ratificou o secretário Francisco das Chagas Fernandes.
MELHORIAS PARA A CATEGORIA
Desde 2015, a atual gestão vem priorizando ações na Educação, com foco, especialmente, na valorização dos professores. Entre as medidas implantadas no ano passado estão a elaboração do Plano Estadual de Educação com metas para os próximos 10 anos; convocação de 1.391 professores efetivos e 362 temporários aprovados em concurso simplificado; renovação de 741 contratos temporários de professores; concessão de 1.242 aposentadorias, 3.222 licenças que estavam represadas, e 6.737 quinquênios; cursos de formação continuada para 4.959 educadores; realização de concurso público para professores e especialistas com 1.400 vagas para as 16 regionais de educação; concessão de duas letras da progressão salarial horizontal, beneficiando 11.321 profissionais (benefício era esperado há quase 10 anos); investimento de mais de R$ 22 milhões no Programa Estadual de Transporte Escolar do RN (Petern), beneficiando mais de 60 mil estudantes.

Receba as notícias do Blog por email

Seguidores