sábado, 12 de dezembro de 2015

Comitê, ANA e Aesa comunicam decisões aos moradores da Comunidade Mãe D'água

O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Piancó-Piranhas-Açu, em conjunto com a Agência Nacional de Águas - ANA e a Agência Executiva de Gestão das Águas da PB - AESA reuniram moradores da Comunidade Mãe D'Água, pertencente ao Município de Coremas/PB, para comunicar novas decisões para a melhoria da gestão das águas. O encontro aconteceu na Igreja da comunidade na manhã desta sexta-feira (11/12).

"O que nós informamos foi fruto de uma deliberação do Comitê, quando da realização da sua 4ª Reunião Extraordinária realizada na cidade de Pombal/PB, dia 20.11.2015, onde na ocasião foi deliberado em Plenária pelo fechamento das tubulações do Açude Mãe D’Água, fato este que também foi discutido durante Audiência Pública realizada em 01.12.2015, na cidade de Patos/PB, pelo Ministério Público do Estado da Paraíba", disse Procópio Lucena, presidente do CBH PPA.

Durante a reunião, foi comunicado que as 21 tubulações destinadas ao abastecimento da comunidade  serão fechados assim que a Companhia de Água e Esgotos da PB - Cagepa encontrar uma solução para o abastecimento hídrico da comunidade. São cerca de 1000 pessoas atendidas por essa água, em torno de 7 hectares de irrigação e, principalmente, 83 viveiros de peixe. Outra medida anunciada foi a suspensão da atividade de piscicultura, proibição que deve acontecer no mês de fevereiro de 2016.

"Esse fechamento vai ser traumático para a comunidade e vai gerar um impacto financeiro negativo para as pessoas que precisam de recurso hídrico. Com certeza, vai gerar o mesmo impacto que aconteceu quando decidimos proibir as irrigações em torno do Rio Piranhas. Porém, é uma medida necessária para a preservação desse açude, que vai ser a nossa reserva para o enfretamento dessa crise", explicou Wesley Gabriele, técnico em recursos hídricos da ANA.o técnico da ANA.

Em discurso na reunião, o Prefeito de Coremas, Antônio Carlos, disse que "concordo com o que determina a legislação e com as decisões tomadas pelo Comitê, porém, exige a garantia de que a população não seja prejudicada no direito a água para consumo humano e dessedentação animal", finalizou.

Receba as notícias do Blog por email

Seguidores